O momento positivo do Atlético-GO nas duas copas em disputa dá lugar à necessidade de vitória na Série A do Brasileiro na partida decisiva no início da noite deste sábado (6), às 19 horas, no Estádio Antônio Accioly, contra o RB Bragantino-SP, que, na Série A, foi um dos carrascos do Dragão - em casa, goleou o rubro-negro por 4 a 0.

(Ficha técnica com escalações, arbitragem, onde assistir e outros detalhes no fim deste texto)

O time rubro-negro vem de vitória marcante sobre o Nacional (Uruguai) fora de casa, pelas quartas de final da Sul-Americana. Neste fim de semana, precisa vencer o RB Bragantino pela 2ª rodada do returno para esboçar uma reação no Brasileirão, competição em que não repete as boas campanhas da Sul-Americana e da Copa do Brasil.

Nesta rodada, mesmo se ganhar, o time atleticano não deixará a faixa dos últimos colocados (Z4). O Dragão inicia a rodada com 17 pontos, em penúltimo lugar.

No Brasileiro, o Atlético-GO entrou no Z4 nas rodadas passadas, pois fechou o 1º turno com

pontuação baixa. Pelo que se esperava do potencial do elenco formado e dos bons resultados conquistados nos torneios eliminatórios (copas), a fase ruim na Série A é um ponto fora da curva e mancha o bom retrospecto nos outros torneios.

O momento é marcado por péssimos resultados nas últimas rodadas da Série A. o Dragão vive jejum de vitórias poucas vezes visto na competição. Em sete partidas, obteve um empate (1 a 1 com Ceará) e seis derrotas seguidas (1 a 0 contra Santos, Fortaleza e América-MG, goleadas de 4 a 1 impostas por Athletico-PR e Flamengo e o revés de 3 a 1 para o São Paulo).

Como mandante acostumado a se impor no Antônio Accioly, o Atlético-GO também está devendo, pois, na sequência negativa, foi derrotado pelo Fortaleza, América-MG e São Paulo. Para a reversão desse quadro, a equipe atleticana precisa voltar a ser caseira, “propor o jogo” como definiu o meia-atacante João Peglow, e correr alguns riscos se quiser superar o RB Bragantino, adversário que costuma dificultar a vida dos atleticanos.

A missão recairá sobre uma formação bastante modificada em relação aos últimos jogos. As mudanças começam na meta. Renan, de 33 anos e 1,90m, passa a ser titular após a luxação no ombro direito de Ronaldo, que não joga mais em 2022, pois será submetido à cirurgia.

Renan volta a atuar na Série A após várias temporadas. A última vez em que atuou na elite nacional foi no dia 1º de junho de 2014, ainda pelo Botafogo. O derradeiro jogo por uma competição nacional se deu no acesso do Avaí-SC, no dia 26 de novembro de 2016, quando o time catarinense ficou atrás do Atlético-GO e foi vice-campeão da Série B 2016.

O goleiro passou cinco temporadas no Ludogorets (Bulgária), de 2017 a 2021. Na volta ao País, para o Atlético-GO, jogou três partidas do Goianão, mas perdeu espaço. Agora, com a lesão de Ronaldo, entrou durante o primeiro tempo em Montevidéu, na Sul-Americana, e teve atuação destacada. Terá sequência no Dragão, com possibilidade de jogar por três competições diferentes.

Leia também:
+ Titular na Sul-Americana, Klaus explica semana intensa no Dragão
+ Polícia Civil divulga imagem de suspeito de injúria racial contra o volante Fellipe Bastos

As outras mudanças contra o RB Bragantino devem ser nas laterais: Dudu e Jefferson nos lugares de Hayner e Arthur Henrique, titulares em Montevidéu. Os meias que treinaram foram Willian Maranhão, Marlon Freitas e Wellington Rato. Airton deve voltar ao ataque ao lado de Ricardinho e Peglow.

No treino desta sexta-feira (5), a principal novidade foi a presença do zagueiro Lucas Gazal, que completa 23 anos neste sábado (6) e pode ganhar como presente a chance de estrear pelo Dragão. O jogador veio da Aparecidense, em que disputou o último jogo no dia 4 de julho.

Lucas Gazal deve ser titular contra o Corinthians, pela Copa do Brasil, no dia 17 de agosto. Assim, precisa ganhar ritmo de jogo.

O time terá outros desfalques. Além de Ronaldo, Edson e Shaylon estão contundidos. Jorginho, Léo Pereira e Luiz Fernando estão suspensos e também ficam fora.

No RB Bragantino, o técnico Maurício Barbieri deve manter a base da equipe que venceu o Juventude por 1 a 0. O time paulista soma 30 pontos, busca pontuar para ganhar posições e encostar na faixa dos quatro melhores colocados (G4).

FICHA TÉCNICA

Atlético-GO: Renan; Dudu, Wanderson, Lucas Gazal, Jefferson; Willian Maranhão, Marlon Freitas, Wellington Rato; Airton, Ricardinho, João Peglow. Técnico: Jorginho

RB Bragantino-SP: Cleiton; Aderlan, Natan, Léo Ortiz, Luan Cândido; Raul, Lucas Evangelista, Praxedes (Hyoran); Artur, Juan Hurtado, Helinho. Técnico: Maurício Barbieri

Local: Estádio Antonio Accioly (Goiânia-GO)
Data: 6/8/2022 (Sábado)
Horário: 19 horas
Transmissão: Premiere
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa/RJ (Fifa) e Luanderson Lima dos Santos/BA
Ingressos: 20 reais - meia para torcedores com a camisa do Atlético-GO