A noite parecia que não terminaria nada bem para o Flamengo, mas o gol de Lázaro, aos 34 minutos do segundo tempo mudou tudo. O Atlético-MG venceu por 2 a 1, com gols de Hulk e Ademir, no Mineirão, o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, mas o Rubro-Negro vai muito vivo para o confronto da volta, marcado para o dia 13 do próximo mês, no Maracanã. Para quem perdia por 2 a 0, o resultado final não foi de todo ruim.

Com a vitória por 2 a 1 na ida, o Atlético pode empatar na volta que estará classificado às quartas de final, já o Flamengo precisa vencer por dois ou mais gols de vantagem para seguir no torneio. Em caso de triunfo rubro-negro por um gol de diferença, a decisão da vaga será nos pênaltis.

Leia também:
Atlético-GO e Goiás empatam jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil
Atleticanos se queixam de falta do gol no Accioly; Goiás lamenta desfalques

as muita coisa vai acontecer com Galo e Fla até o duelo da volta, já que antes do novo encontro, cada time vai entrar em campo mais cinco vezes, em jogos do Brasileirão e da Copa Libertadores. Agora, um Atlético muito mais leve e sem pressão. Se o técnico Turco Mohamed esteve próximo de ser demitido, após dois triunfos consecutivos sobre o Flamengo, o treinador argentina certamente vai viver dias de paz. O mesmo não acontecer com Dorival Júnior, que foi derrotado pela terceira vez em quatro jogos e vê o Flamengo num momento crítico na temporada.

Nada mal começar uma decisão com um gol logo aos sete minutos do primeiro tempo, mas o tento marcado logo no início da partida fez com que o Atlético adotasse uma postura mais defensiva no restante da partida. Com a vantagem no placar, o Galo passou a jogar recuado e buscando os contra-ataques.

Com uma postura diferente do jogo de domingo, o Flamengo dominava os primeiros minutos, mas o gol aos seis, após falha de Diego Alves, dificultou o restante do primeiro tempo. A equipe de Dorival Júnior controlou a etapa inicial, fez um bom jogo, mas deixou a desejar com criação. João Gomes e Andreas foram bem. No segundo tempo, a situação foi mais favorável ao Atlético, que ampliou o placar. O Flamengo tentava manter o ritmo de jogo, no entanto, não conseguiu consolidar as jogadas e não apresentou perigo ao goleiro Everson. Aos 35, Lázaro fez o gol que deu um gás ao elenco em busca do empate, que não aconteceu.

Os mais de 50 mil atleticanos presentes no Mineirão fizeram uma bela festa durante a entrada dos times. Com a lanterna e fita adesiva, para mudar a cor da luz, os torcedores do Galo fizeram um mosaico diferente, sem papel. "Lutar", foi recado passado aos jogadores.

O lateral-direito Mariano mostrou ter uma ótima visão de jogo e deixou Hulk em condições de abrir o placar, com um golaço, de cobertura. O camisa 7 do Atlético aproveitou a indefinição de Diego Alves, que demorou para sair do gol e foi encoberto após o toque do jogador atleticano.

O Atlético se mostrou uma equipe bastante confiante dentro de campo e evitava dar chutões, mesmo com a pressão do ataque rubro-negro. Em vários momentos a saída de bola pelo chão deu resultado, mas em pelo menos três oportunidades o Galo errou e deu a chance para o Flamengo empatar.

Atlético e Flamengo se enfrentam novamente apenas dia 13 de julho, no Maracanã. Até lá, os dois clubes têm compromisso pelo Campeonato Brasileiro e também pela Libertadores. Ambos vão entrar em campo no sábado, pelo Brasileirão. O Rubro-Negro recebe o América-MG, às 19h, no Maraca, enquanto o Galo joga contra o Fortaleza, às 21h, no Mineirão.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano, Alonso, Nathan Silva e Guilherme Arana; Allan, Otavio e Nacho Fernández (Calebe, aos 39' do 2º); Vargas (Rubens, aos 17' do 2º), Keno (Ademir, aos 32' do 1º) e Hulk. Técnico: Turco Mohamed

FLAMENGO: Diego Alves, Matheuzinho (Rodnei, aos 21 do 2º), Rodrigo, Pablo e Filipe Luís (Ayrton Lucas, aos 33' do 2º); Arão (Lázaro, aos 21' do 2º), João Gomes e Andreas (Thiago Maia; aos 33' do 2º) Everton Ribeiro (Pedro, aos 21' do 2º), Arrascaeta e Gabriel. Técnico: Dorival Júnior

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Juiz: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa/SP)

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)

Cartões amarelos: Ademir (CAM); Everton Ribeiro, Andreas Pereira e Pablo (FLA)

Gols: Hulk aos 7' minutos do primeiro tempo; Ademir aos 9' e Lázaro aos 34' minutos do segundo tempo