Uma partida a cada três dias. Essa é a realidade que os cinco clubes brasileiros vivos em três competições simultaneamente terão entre a próxima quarta-feira (27), início das quartas de final da Copa do Brasil, e 21 de agosto, data da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Reclamação recorrente entre treinadores que trabalham no país, como o corintiano Vítor Pereira e o palmeirense Abel Ferreira, o calendário será especialmente apertado para Corinthians, Flamengo, São Paulo, Athletico-PR e Atlético-GO, que farão, neste período, oito jogos em 25 dias.

Aqueles que passarem de fase em duas competições (Copa do Brasil e Libertadores ou Sul-Americana) vão estender a exaustiva média por pelo menos mais um mês, já que as semifinais das três copas ocorrerão entre o fim de agosto e meados de setembro.

Leia também
O que especialistas dizem sobre qual deve ser a prioridade para clubes vivos em 3 torneios
- Séries A e B têm 32 trocas de técnicos no 1º turno; goianos trocaram

No fim de junho, após o empate no jogo de ida pelas oitavas de final da Copa Libertadores, diante do Boca Juniors-ARG, Vítor Pereira se manifestou com duras críticas à sequência de jogos que os clubes enfrentam no Brasil.

"O calendário brasileiro vai nos massacrando, nos tirando jogadores. [...] Qualquer dia não teremos mais jogadores para entrar em campo. Teremos que ir buscar na base e fazer uma equipe para nos apresentarmos com uma equipe da base", disse o português.

Para além dos cinco times citados, há equipes como Palmeiras, Internacional, Fluminense, Atlético-MG, Ceará, Fortaleza e América-MG, ainda vivas em uma competição além do Campeonato Brasileiro, que terão seis confrontos no mesmo período.

Já os oito representantes da Série A fora das competições de mata-mata —Santos, Bragantino, Botafogo, Goiás, Avaí, Cuiabá, Coritiba e Juventude— farão, até 21 de agosto, quatro jogos, ou um a cada seis dias, todos pelo Campeonato Brasileiro.

Confira a sequência dos times vivos em três competições:
ATLÉTICO-GO
Corinthians (27/7), Copa do Brasil, em casa
Flamengo (30/7), Campeonato Brasileiro, fora de casa
Nacional-URU (2/8), Copa Sul-Americana, fora de casa
Bragantino (6/8), Campeonato Brasileiro, em casa
Nacional-URU (9/8), Copa Sul-Americana, em casa
Botafogo (13/8), Campeonato Brasileiro, fora de casa
Corinthians (17/8), Copa do Brasil, fora de casa
Cuiabá (20/8), Campeonato Brasileiro, em casa

CORINTHIANS
Atlético-GO (27/7), Copa do Brasil, fora de casa
Botafogo (30/7), Campeonato Brasileiro, em casa
Flamengo (2/8), Copa Libertadores, em casa
Avaí (6/8), Campeonato Brasileiro, fora de casa
Flamengo (9/8), Copa Libertadores, fora de casa
Palmeiras (13/8), Campeonato Brasileiro, em casa
Atlético-GO (17/8), Copa do Brasil, em casa
Fortaleza (20/8), Campeonato Brasileiro, fora de casa

SÃO PAULO
América-MG (28/7), Copa do Brasil, em casa
Athletico-PR (31/7), Campeonato Brasileiro, fora de casa
Ceará (3/8), Copa Sul-Americana, em casa
Flamengo (6/8), Campeonato Brasileiro, em casa
Ceará (10/8), Copa Sul-Americana, fora de casa
Bragantino (14/8), Campeonato Brasileiro, em casa
América-MG (18/8), Copa do Brasil, fora de casa
Santos (21/8), Campeonato Brasileiro, fora de casa

FLAMENGO
Athletico-PR (27/7), Copa do Brasil, em casa
Atlético-GO (30/7), Campeonato Brasileiro, em casa
Corinthians (2/8), Copa Libertadores, fora de casa
São Paulo (6/8), Campeonato Brasileiro, fora de casa
Corinthians (9/8), Copa Libertadores, em casa
Athletico-PR (14/8), Campeonato Brasileiro, em casa
Athletico-PR (17/7), Copa do Brasil, fora de casa
Palmeiras (21/8), Campeonato Brasileiro, fora de casa

ATHLETICO-PR
Flamengo (27/7), Copa do Brasil, fora de casa
São Paulo (31/7), Campeonato Brasileiro, em casa
Estudiantes-ARG (4/8), Copa Libertadores, em casa
Atlético-MG (7/8), Campeonato Brasileiro, fora de casa
Estudiantes-ARG (11/8), Copa Libertadores, fora de casa
Flamengo (14/8), Campeonato Brasileiro, fora de casa
Flamengo (17/7), Copa do Brasil, em casa
América-MG (21/8), Campeonato Brasileiro, em casa