O setor ofensivo foi o mais criticado no Atlético-GO na temporada passada. Mesmo com a melhor campanha do clube na Série A - ficou em 9º lugar -, o Dragão teve o ataque muito contestado por causa dos números aquém do que se esperava da equipe. A equipe fechou o Brasileirão com 33 gols marcados em 38 jogos - média de 0,86 gol por partida.Com saída de Zé Roberto, concretizada ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários