O meia-atacante Shaylon foi escolhido o destaque do jogo em que o Atlético-GO venceu por 3 a 2 0 Defensa y Justicia (Argentina) pela 4ª rodada do Grupo F do Copa Sul-Americana, no Estádio Antonio Accioly. Autor do gol mais bonito da partida, o jogador comemorou a premiação e a vitória atleticana, mas reconheceu que a equipe tem sofrido nos minutos finais pelos próprios erros.

Na atual temporada, Shaylon é artilheiro do Dragão, com oito gols marcados. O jogador ainda tem quatro assistências.

Leia mais:
+ Atlético-GO vence Defensa y Justicia e segue líder do Grupo F da Sul-Americana
+ Umberto Louzer reconhece incômodo com gols sofridos pelo alto

"Feliz por fazer o gol. Todo gol é bonito e é bom fazer gol", destacou o goleador do time atleticano. "É sempre bom conquistar prêmios, mas o mais importante era voltar a vencer", acrescentou o jogador atleticano, que também havia sido um dos destaques em Antofagasta (Chile), mesmo na derrota por 2 a 1. Naquele jogo, o Dragão levou a virada depois dos 40 minutos do segundo tempo.

"Vínhamos sofrendo gols no final. Em alguns jogos, foram empates que doíam bastante. Hoje (quarta-feira), abrimos a vantagem e soubemos segurar (vitória) no final", frisou Shaylon, cuja versatilidade foi elogiada pelo técnico Umberto Louzer, pois consegue aberto, sabe se movimentar pelos lados, se sai bem no chamado enfrentamento, tem mobilidade e conclui bem.

Shaylon acredita que é possível corrigir os erros cometidos quando a equipe desperdiça as chances de fazer gols ou acaba por sofrê-los quando tem a vantagem no placar. "Em 80% das partidas, jogamos bem, mas tomamos o gol, que traz o adversário para a partida", afirmou o meia atacante atleticano na vitória de 3 a 2 obtida após cinco jogos sem conquistá-la.