Em jogão com seis gols, com direito a defesa de pênalti do goleiro Tadeu, o Goiás marcou nos acréscimos do 2º tempo e empatou por 3 a 3 com o São Paulo, no encerramento do 1º turno do Brasileirão. Dadá Belmonte, Danilo Cardoso e Pedro Raul anotaram os gols esmeraldinos, enquanto Calleri, Rodrigo Nestor e Patrick fizeram para o clube mandante, neste sábado (23).

Com o resultado, o Goiás vai à 12ª colocação, agora com 22 pontos. O São Paulo é o 7º colocado com 28.

O Goiás passa a ter semanas livres com o retorno dos jogos pelas copas do Brasil, Sul-Americana e Libertadores. O time esmeraldino volta a campo para a disputa da 20ª rodada, que abre o 2º turno do Brasileirão, no próximo sábado (30). Na Serrinha, a equipe goiana encara o Coritiba, a partir das 16h30.

O volante Fellipe Bastos e o meia Luan Dias, que receberam o terceiro amarelo, ficam fora contra o Coritiba. O atacante Renato Júnior, por sua vez, retorna após suspensão automática por três cartões amarelos.

Leia também
- Confira a classificação atualizada da Série A
- No Brasileiro Feminino, Aliança/Goiás é rebaixado à Série A3

À VONTADE
O técnico Jair Ventura escalou o Goiás com a mesma estrutura tática que entrou em campo contra o Fluminense, com linha de quatro defensores e conseguiu repetir um bom começo de jogo com ataques rápidos e verticais. Não demorou para o time esmeraldino incomodar a defesa do São Paulo e abrir o placar.

Após cruzamento de Sávio, Pedro Raul ganhou da marcação do São Paulo pelo alto, fintou contra um segundo marcador e ajeitou a bola para Dadá Belmonte. O atacante dominou e bateu no canto esquerdo para abrir o placar no Morumbi.

APAGÃO
O São Paulo foi para cima depois do gol marcado pelo Goiás e passou a incomodar a defesa esmeraldina. O time da casa teve domínio da posse de bola, ocupou o campo de ataque e passou a criar chances.

A vantagem do Goiás durou três minutos, entre 29 e 32 da etapa inicial. A defesa esmeraldina cochilou em dois ataques seguidos e sofreu a virada no Morumbi. Primeiro, Calleri empatou após passe de Wellington. Na sequência, Igor Gomes fez bonita jogada pelo lado direito do ataque e cruzou na medida para Rodrigo Nestor fazer o segundo da equipe mandante.

GOL DE JOGADA ENSAIADA
O Goiás não sentiu o golpe com a virada e manteve a estratégia ofensiva. Aos 38 minutos conseguiu um escanteio e deixou a partida empatada novamente. Em jogada ensaiada, Dadá Belmonte cruzou na medida para o estreante Danilo Cardoso cabecear firme contra a meta do goleiro Thiago Couto.

QUE PRIMEIRO TEMPO!
Já nos acréscimos da etapa inicial, aos 48 minutos, o VAR foi acionado para revisão de um possível pênalti para o São Paulo. No lance, Luciano chutou e a bola desviou no braço esquerdo do volante Matheus Sales. Caio Max Augusto Vieira/RN foi orientado a revisar o lance e marcou a penalidade para o time tricolor.

Luciano, aos 52 minutos, cobrou o pênalti no canto esquerdo, mas o goleiro Tadeu espalmou a cobrança do atacante do São Paulo para salvar o Goiás.

LEI DO EX
A tal da lei do ex não falha no Brasil. Logo aos 2 minutos do 2º tempo, Patrick, ex-Goiás, subiu mais alto que a defesa do time esmeraldino para marcar o terceiro do clube tricolor depois de cobrança de escanteio do lateral Wellington - foi a segunda assistência do lateral esquerdo na partida. 

QUEDA NO RITMO
Com paralisações na partida ocasionadas por mudanças nos dois times, o ritmo da partida caiu. O São Paulo adotou postura mais defensiva na sequência da etapa final e naturalmente o Goiás passou a ficar mais tempo com a bola. O time esmeraldino manteve a boa atuação, ocupou o campo de ataque, mas não conseguiu chutar com perigo.

ARTILHEIRO MARCA NO FIM
Quando a fase é boa, o gol sai até o fim. Já nos acréscimos da partida, Pedro Raul deixou tudo igual novamente. Após receber passe dentro da área, levou a melhor contra a marcação e bateu forte para marcar o 10º gol dele na Série A. O camisa 11 é o principal artilheiro do Goiás na competição nacional e no ano, com 17 gols na temporada.

FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro - Série A - 19ª rodada
Jogo: São Paulo 3x3 Goiás
Local: Estádio do Morumbi (São Paulo/SP)
Data: 23/7/2022
Horário: 19 horas

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira/RN
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (FIFA/RJ) e Jean Márcio dos Santos/RN
VAR: Daniel Nobre Bins/RS

SÃO PAULO: Thiago Couto, Rafinha, Diego Costa, Luizão e Welington (Marcos Guilherme); Pablo Maia, Igor Gomes, Rodrigo Nestor (Igor Vinícius / Gabriel Neves) e Patrick (Nikão); Luciano (Talles Costa) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

GOIÁS: Tadeu; Maguinho, Caetano, Danilo Cardoso e Sávio; Diego (Pedrinho), Matheus Sales (Fellipe Bastos) e Luan Dias (Caio Vinícius); Vinícius (Danilo Barcelos), Pedro Raul e Dadá Belmonte (Nicolas). Técnico: Jair Ventura.

Gols: Dadá Belmonte, aos 8 minutos (Goiás), Calleri, aos 29 minutos (São Paulo), Gabriel Nestor, aos 32 minutos do 1º tempo (São Paulo), Danilo Cardoso, aos 38 minutos (Goiás), Patrick, aos 2 minutos do 2º tempo (São Paulo) e Pedro Raul, aos 46 minutos do 2º tempo (Goiás)

Cartões amarelos: Luizão, Talles Costa (São Paulo), Pedro Raul, Dadá Belmonte, Matheus Sales, Luan Dias e Fellipe Bastos (Goiás)