O Vila Nova vacilou mais uma vez nesta Série B do Campeonato Brasileiro e pagou o preço com uma derrota para o CRB, por 1 a 0, na tarde deste sábado (11), no Estádio Rei Pelé, em Maceió.  O resultado amplia a crise no OBA e deixa o Tigre afundado na zona do rebaixamento à Série C.

As duas equipes disputaram um jogo de baixa qualidade técnica e o Vila Nova voltou a desperdiçar as chances que criou. O CRB era um mandante que não incomodava, até que o zagueiro Renato vacilou e entregou, de bandeja, o gol para o atacante Anselmo Ramón.

Com o resultado, o Vila Nova fica com os mesmos 10 pontos e perde a chance de deixar a zona do rebaixamento. O CRB, por sua vez, se afasta do Z-4 com 14 pontos conquistados. O Tigre amplia o jejum de vitórias para sete jogos na temporada, sendo seis pela Série B do Brasileiro e quinto sob comando do técnico Dado Cavalcanti.

O Vila Nova volta a campo na próxima quinta-feira (16), às 20 horas, quando recebe o Operário-PR, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga.

1º tempo

Fora de casa e com urgência por uma vitória, o Vila Nova começou a partida diante do CRB, no Rei Pelé, com presença no ataque. Logo no primeiro minuto, Daniel Amorim chutou cruzado e exigiu defesa de Diogo Silva.

O goleiro do Galo da Pajuçara voltou a brilhar aos 15 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Rafael Donato ganhou da marcação e cabeceou com força. A bola parou em Diogo Silva, que, no puro reflexo, evitou o gol vilanovense.

Após essas duas boas chances criadas pelo Vila Nova, o jogo ficou morno e muito truncado. Mas, aos 35 minutos, o Tigre voltou a ser perigoso. Após descida em velocidade, Pablo Dyego chutou forte e exigiu intervenção do goleiro Diogo Silva.

2º tempo

Aos nove minutos, o Vila Nova teve a chance de ouro para abrir o placar. O Tigre saiu em contra-ataque de quatro jogadores da equipe goiana contra um defensor. Matheuzinho conduzia a bola e esticou demais, favorecendo a marcação e deixando o técnico Dado Cavalcanti irado. Dois minutos depois, Matheuzinho tentou se redimir, em cobrança de falta, mas parou na defesa de Diogo Silva.

O jogo tinha ficado morno novamente, com roteiro semelhante ao observado no 1º tempo. Até que o zagueiro Renato, aos 31 minutos, vacilou e deixou a bola com Anselmo Ramon, que bateu na saída de Tony para abrir o placar. Os vilanovenses pediram toque de braço do atacante regatiano, mas o árbitro confirmou o gol com auxílio do VAR.

O gol sofrido foi um golpe duro para o Tigre, que não teve mais forças para chegar ao ataque e conseguir sair do Rei Pelé ao menos com um empate.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro - Série B - 12ª rodada

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió/AL)

Árbitro: Leonardo Willers Lorenzatto/MT

Assistentes: Fábio Rodrigo Rubinho/MT e Fernanda Kruger/MT

VAR: José Cláudio Rocha Filho/SP (VAR-FIFA)

Gol: Anselmo Ramón aos 31’ do 2º tempo (CRB)

Cartões amarelos: Yago e Anselmo Ramón (CRB)

CRB: Diogo Silva; Raul Prata, Gum, Gilvan e Guilherme Romão (Bryan); Yago (Wallace), Uillian Correia e Rafael Longuine (Maicon); Richard (Willie), Anselmo Ramon e Fabinho (Emerson Negueba). Técnico: Daniel Paulista.

VILA NOVA: Tony; Alex Silva (Rubens), Rafael Donato, Renato e Willian Formiga; Ralf (Pedro Bambu), Arthur Rezende e Wagner (João Lucas); Matheuzinho (Diego Tavares), Daniel Amorim e Pablo Dyego. Técnico: Dado Cavalcanti.