Líder do Grupo 5 e com campanha perfeita nas duas primeiras rodadas da Série D, o Goianésia foi surpreendido, em casa, na noite desta quarta-feira, no Estádio Valdeir José de Oliveira e acabou derrotado, por 3 a 2, para o Águia Negra, do Mato Grosso do Sul.

O time visitante abriu o placar no início do jogo e mostrou que o desafio não seria dos mais simples para o Azulão. Bahia marcou aos 12 minutos.

No entanto, o Goianésia mostrou reação rápida ao empatar cinco minutos depois com Franklin.

Só que o sossego do Azulão durou muito pouco. No minuto seguinte, o Águia Negra voltou a ficar em vantagem no placar, aos 18, com um gol de Careca.

Antes do intervalo, aos 39 minutos, o Águia Negra ampliou a vantagem com mais um gol de Careca.

Na etapa complementar, o Azulão do Vale esboçou uma reação ao diminuir a desvantagem com um gol de Márcio Luiz.

O Águia Negra ficou com um jogador a menos aos dez minutos do 2º tempo com a expulsão de Wesley Mutuca. A equipe comandada pelo jovem técnico Luan Carlos até tentou buscar o empate, mas não conseguiu e conheceu a primeira derrota na competição nacional.

Com o resultado, o Goianésia segue com seis pontos ganhos e ainda lidera o Grupo 5 pelos critérios de desempate, uma vez que tem três gols de saldo positivo, enquanto o Operário de Várzea Grande, do Mato Grosso, tem seis pontos e saldo zerado. O Azulão recebe a Aparecidense no domingo, às 18 horas.