Na noite fria de quarta-feira (27), os torcedores do Nacional-URU fizeram festa no Estádio Centenário para celebrar a conquista do título do Torneio Intermédio do Campeonato Uruguaio após vitória de 1 a 0 sobre o Liverpool. A torcida do próximo adversário do Atlético-GO, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, fez outra grande comemoração neste domingo (31), quando o atacante Luis Suárez foi apresentado.

Aos 35 anos, El Pistolero está de volta ao clube que o revelou e do qual saiu aos 19 anos para fazer gols e sucesso no futebol europeu. É o principal reforço da equipe uruguaia na Sul-Americana e será preparado para a disputa do Mundial (Catar), pelo Uruguai, no final do ano.

O ídolo do Bolso, como o clube é chamado, e maior artilheiro da seleção do Uruguai (68 gols em 132 partidas) deve ser relacionado e ficar no banco de reservas diante do Dragão, nesta terça-feira (2), no Estádio Gran Parque Central, conforme informação da imprensa local. O ambiente favorável criado pela volta dele ao país deve fazer com que a casa do Nacional esteja lotada nesta terça (2) - a capacidade é de 34 mil pessoas.

Luisito não disputa um jogo oficial desde o dia 22 de maio, quando se despediu do Atlético Madrid (Espanha) na vitória (2 a 1) sobre a Real Sociedad. Deve participar de um treino leve nesta segunda-feira (1º). O Nacional disputa a Sul-Americana e iniciou com derrota o Torneio Clausura - 2 a 1 para o Deportivo Maldonado. O projeto dele é ser campeão.

“Estou aqui por vocês e porque quero estar aqui”, fala Suáres em frase que fez parte de um ritual que movimentou o futebol e outros setores uruguaios no final de semana.

Leia também:
+ Após ser goleado pelo Flamengo, Atlético-GO viaja para Montevidéu
+ Técnico do Dragão defende estratégia e diz que "pode abrir mão" de uma Copa

Tamanha idolatria na recepção foi capaz de levar à chegada do goleador alguns políticos, como os ministros Luis Alberto Heber (Interior) e Pablo Mieres (Trabalho), além do senador Óscar Andrade. Também marcaram presença ex-jogadores e ídolos do Bolso, como Recoba e Loco Abreu (atacantes) e Jorge Seré (goleiro campeão do Mundial Interclubes em 1988). Colega de equipe no Barcelona, o argentino Lionel Messi enviou mensagem ao artilheiro.

Após desembarcar num avião particular em Montevidéu ao lado da mulher, Sofia Balbi, e dos filhos (Delfina, Benjamin e Lautaro), houve uma carreata do aeroporto até o Estádio Gran Parque Central. O jogador afirmou que está realizando o sonho dos filhos.

Na recepção no Nacional, Suárez foi cumprimentado pelo goleiro e capitão do time, Sergio Rochet (também da seleção uruguaia), e recebeu a camisa 9 do atacante Emanuel Gigliotti.