Presente nos 24 jogos da campanha vencedora, o goleiro Pedro Henrique, de 36 anos, é um dos símbolos da Aparecidense. O camisa 1 comemorou o título conquistado após empate com o Campinense-PB, por 1 a 1, e o crescimento do clube nos últimos anos.

"Estou muito feliz, pois cheguei aqui em 2013 e sempre estive aqui por todos esses anos. Vivi muita coisa boa, muito aprendizado e sei que esse grupo foi forjado a ferro e fogo. Uma hora tinha que acontecer"

Pedro Henrique foi titular em todos os jogos da campanha do Camaleão e ressaltou a dificuldade vivida pela equipe para atingir a glória. "Merecemos do primeiro ao último minuto desta competição, não foi nada dado, nada de graça. Nós não empurramos bêbado na ladeira, foi muito difícil e esse grupo está de parabéns", destacou.

O experiente goleiro valorizou a conquista da Aparecidense e ressaltou a importância dela para o cenário do futebol goiano. Pedro Henrique espera que o título estimule outros clubes e também estimule o torcedor de Aparecida de Goiânia a acompanhar o Camaleão mais de perto.

"Aqui sempre anda para frente. Aqui temos tudo o que precisamos. Pode não sobrar nada, mas faltar não falta. Agora é olhar para frente, andar para frente, pegar essa bagagem e usar em prol do clube", salientou.