O Goiás foi absolvido em julgamento por objetos arremessados em campo no clássico contra o Atlético-GO, pela Copa do Brasil, na Serrinha. O volante Edson foi punido com um jogo de suspensão por ato hostil contra um funcionário do Goiás. Cabe recurso à decisão.

Naquela partida, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP) anotou na súmula duas ocorrências de copos plásticos com "líquido amarelo" em campo. O clube esmeraldino identificou os torcedores, lavrou boletim de ocorrência e, por isso, foi absolvido pela Quinta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva. O boletim foi anexo à súmula da partida.

Sobre o volante Edson, houve um desentendimento após o término da partida e o jogador atleticano empurrou o preparador de goleiros Marlos Gomes e houve um vídeo juntado como prova sobre o ocorrido. Por ato hostil ou desleal, a comissão do STJD decidiu punir Edson com um jogo de suspensão.