Atualizada às 11h30 desta quarta-feira (15)*

O Atlético-GO não deve ter mudanças para enfrentar o Palmeiras no início da noite desta quinta-feira (16), a partir das 18 horas, no Allianz Parque, em São Paulo.

A tendência do técnico Jorginho é apostar na base que começou a partida no Rio, a vitória sobre o Fluminense, mantendo o trio ofensivo formado por Luiz Fernando, Diego Churin e Wellington Rato.

O time deve ter: Ronaldo; Hayner, Edson, Ramon Menezes e Jefferson; Gabriel Baralhas, Marlon Freitas e Jorginho; Luiz Fernando, Diego Churin e Wellington Rato.

Leia mais:
+ Dragão quer repetir façanha em São Paulo
+ CBF altera data de clássico na Copa do Brasil

Churin atua como jogador de referência no ataque, enquanto Wellington Rato, que balançou duas vezes as redes adversárias nos últimos dois jogos, fez as pazes com o gol e retomou a confiança.

Os desfalques são Dudu, lateral direito que intensifica o trabalho de transição do departamento médico para os treinos físicos, se preparando para retornar ao time nos jogos seguintes, e Wanderson, zagueiro vetado na semana passada com dores musculares, que faz tratamento.

Shaylon sentiu dores no músculo adutor da coxa no Rio, teve de voltar para Goiânia e está em tratamento no CT do Dragão.

Em São Paulo, os dois times vão em busca de bons resultados.

O alviverde paulista pretende manter a liderança isolada do Brasileiro e ampliar a invencibilidade de 17 jogos ao longo da temporada.

Para o Dragão, a missão é pelo menos somar mais um ponto fora de casa, após vitória providencial sobre o Fluminense, no Maracanã, por 2 a 0. O resultado fez o time atleticano deixar o Z4 e subir na tabela de classificação do Brasileiro.

Uma vitória na casa palmeirense melhoraria ainda mais a situação da equipe rubro-negra, que soma 13 pontos, e quebraria jejum de quase sem dez anos e oito partidas sem vencer o Palmeiras.

*A matéria foi publicada com título errado, apontando que o Atlético Goianiense jogaria contra o Palmeiras. A informação foi prontamente corrigida