Um gol de carrinho de Renato Augusto fez o Corinthians vencer o Red Bull Bragantino por 1 a 0, na noite deste domingo (8), no Nabi Abi Chedid, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Timão permanece isolado na liderança do Nacioanl, com 12 pontos, dois à frente do Santos, que goleou o Cuiabá, na Vila Belmiro. O Bragantino, com oito pontos, ocupa neste momento a quarta colocação, mas pode ser ultrapassado até a conclusão da rodada.

O Corinthians volta a campo na quarta (11), às 21h30, quando enfrenta a Portuguesa-RJ, na Neo Química Arena, no duelo de volta da terceira fase da Copa do Brasil - a ida terminou empatada em 1 a 1. O Bragantino, por sua vez, recebe o Atlético-MG, no mesmo dia, mas às 20h30, em jogo adiantado da sétima rodada do Brasileirão.

Bragantino e Corinthians fizeram um primeiro tempo monótono e sem emoções. A partida caminhou em marcha lenta e não houve chances de perigo para nenhum dos lados.

O ritmo da partida seguia o mesmo no segundo tempo, mas em uma rara oportunidade do Corinthians, Renato Augusto, de carrinho, abriu o placar aos 9 minutos. O Bragantino ensaiou uma pressão no fim, mas não conseguiu o empate.

Escalado com time alternativo em razão da maratona de jogos, o Bragantino iniciou melhor que o Corinthians, mas logo se acomodou na partida. Acumulou erros e, assim como o adversário, quase não conseguiu criar oportunidades, à exceção de uma cabeçada na trave de Ytalo no segundo tempo. Foi castigado com o gol achado por Renato Augusto.

Já Vítor Pereira manteve o rodízio e fez sete mudanças na escalação para o jogo em Bragança Paulista (SP). Em campo, um time que praticamente não conseguiu criar chances e errou muito contra vários reservas dos anfitriões. O Corinthians sofreu para superar a marcação do rival, mas contou com a estrela de Renato Augusto para achar um gol no Nabi Abi Chedid.

Depois de abrir o placar, o Timão se fechou para segurar o resultado. Apesar da partida ruim, são importantíssimos os três pontos conquistados fora de casa.

Cleiton e Cássio não sujaram o uniforme e foram meros espectadores da partida na etapa inicial. Com o pouco poderio ofensivo de Bragantino e Corinthians, os goleiros só participaram em lances de defesas simples ou em saídas de bola. Fraquíssimos os primeiros 45 minutos.

Em um dos poucos lances de perigo da partida, Ytalo aproveitou cruzamento da direita e cabeceou na trave, aos 27 minutos do segundo tempo, quando o Corinthians já vencia por 1 a 0. Por pouco o Bragantino não buscou o empate.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 0 x 1 CORINTHIANS

Competição: Campeonato Brasileiro, 5ª rodada

Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Data e horário: 8 de maio de 2022, às 18h (de Brasília)

Público: 9.993 pagantes

Renda: R$ 342.805,00

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Evandro de Melo Lima (ambos de SP)

VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)

Cartões amarelos: Jadsom (BGT); Bruno Melo e Gustavo Mosquito (COR)

Gol: Renato Augusto, aos 9 minutos do segundo tempo, para o Corinthians.

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Andrés Hurtado, Léo Realpe, Kevin e Luan Cândido; Jadsom, Lucas Evangelista (Eric Ramires) e Miguel (Welliton); Artur (Jan Hurtado), Alerrandro (Ytalo) e Bruno Tubarão (Sorriso). Técnico: Maldonado.

CORINTHIANS: Cássio, Rafael Ramos (Robson Bambu), Gil, Raul Gustavo e Bruno Melo; Cantillo (Maycon), Du Queiroz e Renato Augusto (Gustavo Mosquito); Mantuan (Júnior Moraes), Róger Guedes (João Victor) e Willian. Técnico: Vítor Pereira.

Santos vence Cuiabá por 4 a 1, segue 100% na Vila e é vice-líder

O Santos segue 100% na Vila Belmiro no Brasileirão. Neste domingo (8), a equipe bateu o Cuiabá por 4 a 1, chegou aos dez pontos e é vice-líder da competição. Os gols santistas foram marcados por Leo Baptistão, Marcos Leonardo, Bryan Angulo e Rwan. Alesson descontou para o Cuiabá.

O Peixe fez boa partida na Vila. Salvo em alguns momentos do primeiro tempo, conseguiu ter domínio e impor um estilo de jogo intenso, com bastante volume. O Cuiabá fez um bom primeiro tempo, mas caiu na segunda etapa.

O próximo jogo do Santos será na quinta (12), às 21h30 diante do Coritiba, pela Copa do Brasil, de novo na Vila Belmiro. O Cuiabá entra em campo, pela mesma competição, na quarta (11), diante do Atlético-GO, em casa, às 22h (de Brasília).

O Santos fez uma boa partida e conseguiu se ajustar em campo de acordo com o que o jogo exigia. No primeiro tempo, tomou as rédeas do ataque, se impondo e contando com boas jogadas. No segundo tempo, melhorou a marcação e buscou criar chances em jogadas trabalhadas. Não sofreu tanto na segunda etapa e sai da Vila com mais três pontos.

Os comandados do treinador Pintado conseguiram oferecer bastante perigo ao Santos na primeira etapa. Conseguindo criar chances pelo lado esquerdo, a dobradinha entre Valdívia e Uendel deu certo e foi por ali que saiu o lance do gol. Na segunda etapa, a equipe teve mais dificuldades e não conseguiu repetir as boas jogadas.

O técnico Fabián Bustos apostou numa escalação bastante ofensiva para a partida e, no início, colheu resultado. Ainda aos dois minutos de partida, Vinícius Zanocelo lançou na área, Madson tocou na bola que sobrou para Léo Baptistão. O atacante santista girou e finalizou bonito para abrir o placar.

O time visitante não se abalou pelo gol sofrido no início. A equipe passou a dominar as ações ofensivas da parte e chegou ao empate aos 11 minutos. Valdívia fez boa jogada e tocou para Uendel, que levantou na área. O atacante Alesson subiu sozinho para empatar a partida. Após revisão de um possível toque de mão, o VAR confirmou o gol do Dourado.

O empate fez com que as equipes continuassem buscando o gol. O Santos voltou a ter um pouco mais a posse de bola e perdeu chances com Rodrigo Fernández e Jhojan Julio. O Cuiabá quase fez o segundo com Alesson, após boa jogada de Undel.

O Santos tinha mais a bola e criava as melhores chances de retomar a ponta do placar. Aos 36, Lucas Pires bateu falta na área e Léo Baptistão ganhou da zaga e jogou a bola para a pequena área. Marcos Leonardo chegou completando e marcou o segundo gol santista na partida.

O segundo tempo começou com uma dinâmica diferente dos primeiros quarenta e cinco minutos. O jogo ficou mais físico, sem tantas chances de gol, totalmente o oposto da ofensividade do começo da partida.

O Santos perdia um pouco o controle da partida e o treinador Fabián Bustos precisou fazer alterações. Rwan e Angulo foram acionados para dar fôlego ao sistema ofensivo e Camacho entrou para auxiliar a marcação no meio-campo. Instantes depois da alteração, Angulo completou toque de Bauermann e fez 3 a 1. O quarto gol surgiu após roubada de bola no meio, com Angulo achando bom passe para Rwan Seco que cavou por cima do goleiro Walter marcando o quarto gol santista.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 4 X 1 CUIABÁ

Motivo: 5ª rodada da Série A do Brasileirão

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data e horário: 8 de maio de 2022, às 18h (de Brasília)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Alex dos Santos e Thiaggo Americano Labes (SC)

VAR: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)

Cartões amarelos: Rivas, Everton (CUI); Vinícius Zanocelo (SAN)

Gols: Léo Baptistão, do Santos, aos 2 minutos do primeiro tempo; Alesson, do Cuiabá, aos 11 minutos do primeiro tempo; Marcos Leonardo, do Santos, aos 36 minutos do primeiro tempo; Bryan Angulo, do Santos, aos 31 do segundo tempo; e Rwan Seco, do Santos, aos 33 minutos do segundo tempo.

SANTOS: João Paulo; Madson, Velázquez, Eduardo Bauermann, Lucas Pires; Rodrigo Fernández, Vinícius Zanocelo (Camacho), Ricardo Goulart (Lucas Braga); Marcos Leonardo (Bryan Angulo), Jhojan Julio (Sandry), Léo Baptistão (Rwan Seco). Técnico: Fabián Bustos.

CUIABÁ: Walter; Daniel Guedes, Marllon, Alan Empereur, Undel; Rivas (Marcão), Pepê, Valdívia (Rodriguinho), Everton (Felipe Marques); Elton (Jenison), Alesson (Jonathan Cafu). Técnico: Pintado.