A abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro não foi boa para o São Paulo. Em um jogo marcado por falhas individuais e coletivas, o time tricolor foi derrotado pelo Athletico-PR por 1 a 0, na Arena da Baixada.

O time tricolor agora vira a chave e enfrenta o Ceará, nesta quarta-feira (3), às 19h15 (de Brasília), no Morumbi, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Pelo Brasileiro, o time volta a campo no sábado (6), quando recebe o Flamengo, no Morumbi.

O técnico Rogério Ceni, que já vinha cobrando que o time pontuasse mais no campeonato nacional, foi ainda mais direto após a derrota contra o Athletico-PR.

"Nós temos de melhorar nosso nível de jogo em todas as competições, não é só no Campeonato Brasileiro. Mas o Brasileiro, eu falo sempre, é um campeonato perigoso. É que os caminhos que nós fomos tendo, adversários no sorteio, dos confrontos, não nos deixaram fazer o contrário, colocar toda a força no Brasileiro. Cai no sorteio contra o Palmeiras, não pode abrir mão, passa na Sul-Americana, uma competição que a gente vê com possibilidades, vamos enfrentar o Ceará, mas é busca por um título", lamentou Ceni, após a derrota no Paraná.

Ceni já havia dito que o mínimo que ele esperava que o São Paulo conseguisse no primeiro turno eram 30 pontos. O time tricolor alcançou 26 pontos. E com a derrota para o Athletico-PR, estacionou nessa pontuação, mas agora em 20 jogos.

Além disso, o que preocupa internamente é o fato de o time não conseguir matar os jogos quando está à frente. Isso fez com que o time emendasse uma sequência de quatro empates no Brasileiro, torneio em que o São Paulo não vence há cinco partidas, desde que bateu o Atlético-GO, por 2 a 1, fora de casa, no dia 3 do mês passado.

Leia também:
Polícia Civil pretende divulgar imagem de suspeito de injúria racial contra Fellipe Bastos
Atlético-GO negocia venda de zagueiro em definitivo para o Cruzeiro

"Tivemos uma sequência de quatro jogos em dez dias, e vamos ter agora novamente uma sequência de quatro jogos em 10 dias, se não rodar o elenco. E repito, não foi pela rodagem do elenco que não vencemos o jogo. Foram os nossos próprios erros. Por isso não vencemos a partida."

Na Sul-Americana, o São Paulo se classificou para as quartas após vencer a Universidad Católica, do Chile, nos dois jogos das oitavas de final.

CLUBE INICIA PREPARAÇÃO COM RETORNOS

Na manhã desta segunda-feira (1º), o elenco do São Paulo se reapresentou no CT da Barra Funda. Os retornos de Patrick e Reinaldo aos gramados foram a novidade do dia. Ao lado de Luan e Alisson, os jogadores realizaram atividade em campo, dando continuidade ao processo de transição. Aind assim, os quatro ainda podem continuar desfalcando o time nesta quarta-feira.

Com isso, a equipe deu início à sua preparação para o jogo contra o Ceará. Pensando na recuperação dos atletas, o técnico Rogério Ceni dividiu o restante do elenco com base no tempo de atuação na derrota para o Athletico-PR por 1 a 0.

Aqueles com maior minutagem fizeram apenas um treino leve, enquanto os demais realizaram trabalho tático, além de cobranças de bolas paradas. No Reffis, o São Paulo continua com quatro jogadores: André Anderson, Caio, jandrei e Arboleda.

O time tricolor chega às quartas com três novidades entre os inscritos: os recém-contratados Giuliano Galoppo, Felipe Alves e Marcos Guilherme. Deixam a lista: Gabriel Sara, Tiago Volpi e Rigoni.

Uma possível escalação inicial do São Paulo tem: Felipe Alves; Igor Vinícius (Rafinha), Diego Costa, Léo, Miranda e Welington; Gabriel Neves, Rodrigo Nestor e Igor Gomes; Calleri e Luciano.

O Ceará, por sua vez, viajou à São Paulo sem o lateral-esquerdo Bruno pacheco, o volante Rodrigo Lindoso e os atacantes Dentinho e Matheus Peixoto. O atacante Jhon Vásquez, que já havia sido inscrito na competição pelo Deportivo Cali, da Colômbia, não pode atuar em campo.

Por outro lado, Luiz Otávio, que não atuou pelo time alvinegro na última partida, está de volta. Dessa forma, uma possível escalação do técnico Marquinhos Santos tem: João Ricardo; Nino Paraíba, Messias, Gabriel Lacerda e Victor Luis; Richardson, Guilherme Castilho, Lima e Vina; Mendoza e Cléber.

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)

Horário: Às 19h15 (de Brasília) desta quarta-feira (3)

Árbitro: Piero Maza (CHI)

VAR: Jhon Perdomo (COL)

Transmissão: Conmebol TV