Natural do Rio de Janeiro, o técnico Jorginho literalmente se sentiu em casa nos últimos dias, pois a delegação do Atlético-GO está na capital carioca desde a sexta-feira (10) e se prepara para enfrentar o Palmeiras, líder da Série A, nesta quinta-feira (16), em São Paulo. O time vai viajar para São Paulo nesta quarta-feira (15).

O treinador atleticano não considera o time alviverde imbatível e acredita que é possível retornar para Goiânia com pelo menos um ponto, ou seja, empatar no Allianz Parque.

Na passagem pelo Rio, o técnico atleticano avalia que foi possível treinar e recuperar bem os jogadores durante seis dias. Além disso, o Dragão venceu o Fluminense sábado (11) por 2 a 0 e saiu do Z4, posição na tabela que tanto incomodava o clube.

"Sabemos o quanto o Palmeiras é forte, está em 1º lugar e pode até perder a 1ª colocação, dependendo do resultado do Corinthians. Sabemos que é uma equipe muito forte, mas não é imbatível. Podemos acreditar. Tem de jogar com coragem, jogar organizado, pois é possível também vencê-lo", avaliou o treinador atleticano, que também aproveitou a estadia no Rio para rever os familiares e amigos.

"A preparação foi muito boa, tranquila, com alimentação, os jogadores descansando bastante e tiveram um dia um pouquinho mais tranquilo, que foi no domingo (12), para que pudessem descansar. Mas sempre houve controle total de alimentação e esperamos que, naturalmente, possamos terminar esta viagem levando pelo menos um ponto para casa", previu Jorginho.

Na Série A, o Atlético-GO vem de vitórias sobre o Avaí-SC (2 a 1) e Fluminense (2 a 0). É a melhor sequência do clube na competição, afastando um pouco a sina de jogar bem, fazer a vantagem no placar e deixar os adversários empatarem nos minutos finais, como nas partidas com Flamengo, Botafogo e Cuiabá-MT (todas com empate de 1 a 1).

Jorginho aproveitou para preparar a estratégia para jogar fora e encarar de frente a força do Palmeiras, comandado pelo português Abel Ferreira e que não perde há 17 jogos. Evidente que o técnico atleticano não revela o que será feito, mas é possível deduzir que o Dragão vai procurar explorar falhas que o time alviverde possa ter cometido nos últimos jogos. A estratégia contra o Fluminense foi nesse sentido e acabou dando certo.

"O Fluminense é uma equipe que conhecemos muito bem. É para mim, às vezes, uma equipe oito ou oitenta, pois tem muita capacidade ofensiva, mas tem as suas deficiências defensivas. Aproveitamos isso muito bem, jogamos em profundidade e eles (Fluminense) tiveram a infelicidade, a expulsão do David (Braz, zagueiro). Assim, conseguimos ficar realmente dentro (do campo) deles", detalhou o técnico atleticano sobre como montou a equipe para jogar no Maracanã e venceu com gols de Jefferson e Wellington Rato.

"Marcação de linha alta, conseguimos aproveitar as oportunidades, fazer dois gols no primeiro tempo. Poderia ter sido um placar mais elástico, o que seria muito bom para tirarmos essa diferença que ainda (está na tabela) de três gols negativos. Mas eu tenho certeza que, ao longo do tempo, vamos conseguir tirar isso ai", projetou Jorginho.