O Atlético-GO precisava dar uma resposta positiva após passar pelo apagão de sete minutos em São Paulo, onde vencia o Palmeiras, mas sofreu quatro gols no fim do primeiro tempo e foi derrotado por 4 a 2. A resposta veio em forma de vitória sobre o Juventude-RS, por 3 a 1, em virada na qual o técnico Jorginho fez a substituição que mudou a cara da equipe no segundo tempo, trocando o meia-atacante Luiz Fernando pelo rápido atacante Airton.

Airton fez o gol de empate, aos 13 minutos, e construiu toda a jogada que terminou com a conclusão certeira de Léo Pereira, que também entrou no jogo na etapa final. Além disso, Jorginho procurou passar confiança, no intervalo, ao capitão e volante Marlon Freitas, que havia desperdiçado um pênalti.

Leia também:
Atlético-GO vence o Juventude, de virada, e deixa o Z4
Classificação da Série A

"Sei que muitas vezes a torcida quer uma resposta rápida", disse o treinador, justificando que nem sempre isso será possível e que não é adepto de fazer trocas constantes.

Jorginho explica que faz a mudança para tentar modificar o rumo de um jogo, mas que confia bastante no elenco que tem à disposição. As trocas foram importantes. O jogo estava bem difícil, em alguns momentos tivemos de fazer ligação direta. Mas somos uma equipe corajosa, vamos para dentro do adversário", destacou o treinador atleticano.

O treinador procurou passar confiança ao atacante argentino Diego Churin, que desperdiçou a chance de balançar as redes contra o Juventude. "É um caráter maravilhoso, torcemos por ele aqui, porque não desiste, é muito bom no grupo", elogiou o treinador. Diego Churin tem dois gols na Série A e Jorginho revelou que estipulou uma meta para ele no Brasileirão - 15 gols.

Nos últimos dias, o treinador atleticano conviveu com vitórias sobre o Fluminense (2 a 0) e Juventude (3 a 1), a derrota para o Palmeiras (4 a 2) e se envolveu em polêmica com o técnico português Abel Ferreira, do Palmeiras. Após o jogo deste domingo (19), Jorginho disse que passa a respirar "a decisão" com o Goiás e que o clássico pelas oitavas de final da Copa do Brasil será uma "pedreira."