O mês de maio reserva para o Vila Nova quatro jogos como mandante, dos cinco que o time disputará no período. O fator casa é considerado como ponto chave para o clube retomar o caminho das vitórias na temporada e também para defender uma longa invencibilidade, que já está na história do clube.

Leia também:
+ Z4 incomoda trio goianiense nas séries A e B
+ Vila Nova aprova criação da liga de clubes e estará na próxima reunião

A atual sequência é a terceira maior invencibilidade caseira do Vila Nova na história, com 23 jogos. São 13 vitórias, dez empates e 71% de aproveitamento, desde agosto do ano passado. Neste mês, o Vila Nova tem o objetivo de aumentar os números.

O Tigre vai enfrentar Náutico (dia 6), Chapecoense (20) e Grêmio (29) pela Série B, além do Fluminense (11), na volta da 3ª fase da Copa do Brasil.

Para o Vila Nova, voltar a vencer terá como resultado, além de 3 pontos, a possibilidade de subir na classificação da Série B e avançar às oitavas de final da Copa do Brasil, o que também renderia uma premiação de R$ 3 milhões à equipe. O clube confia que o fator casa será o diferencial para os objetivos.

O período invicto em casa coincide com o início da passagem efetiva de Higo Magalhães no comando da equipe. Apenas no primeiro jogo da série, um empate com o Vitória, o Tigre ainda era comandado por Hemerson Maria. Os jogos da invencibilidade são por Série B, Copa Verde e Campeonato Goiano.

À frente da atual sequência estão dois recordes, um de 24 jogos e outro de 28. A maior invencibilidade ocorreu entre os anos de 1998 e 1999. Na ocasião, o Vila Nova disputou partidas por cinco torneios: Série B e as Copas do Brasil, Conmebol, Centro-Oeste e Goiânia. Foram 22 vitórias e seis empates, com aproveitamento de 85,7%.

A sequência de 24 jogos ocorreu na temporada de 1981. Foram jogos pelo Campeonato Goiano e um amistoso. O registro foi de 83,3%, com 18 vitórias e seis empates.

Por outro lado, o Vila Nova vive sua maior sequência sem vitória nesta temporada e acredita que atuar como mandante ajudará o clube a retomar o caminho dos triunfos. São nove jogos sem vencer, com o desejo de acabar com a má fase na próxima sexta-feira (6), diante do Náutico.

A diretoria do Vila Nova, inclusive, espera casa cheia nos próximos dois jogos. A venda de ingressos é conjunta. O torcedor que adquirir um bilhete para o duelo contra o Fluminense ganha uma entrada para o confronto diante do Timbu.

Maiores invencibilidades do Vila Nova como mandante
28 jogos: 1998/1999
24 jogos: 1981 (um amistoso)
23 jogos: 2021/2022

Atual sequência invicta
Série B/2021

Vila Nova 0x0 Vitória
Vila Nova 1x0 Avaí
Vila Nova 1x0 Náutico
Vila Nova 0x0 Confiança
Vila Nova 2x1 Operário-PR
Vila Nova 1x0 Remo
Vila Nova 0x0 CRB
Vila Nova 2x2 Guarani
Vila Nova 2x2 Vasco
Vila Nova 2x1 Londrina
Copa Verde/2021
Vila Nova 3x0 Rio Branco VN-ES
Vila Nova 7x0 Aquidauanense-MS
Vila Nova 3x0 Nova Mutum-MT
Vila Nova 0x0 Remo
Goianão/2022
Vila Nova 1x0 Goiatuba
Vila Nova 3x2 Atlético-GO
Vila Nova 5x0 Iporá
Vila Nova 2x0 Aparecidense
Vila Nova 1x1 Crac
Vila Nova 3x1 Goianésia
Vila Nova 1x1 Atlético-GO
Série B/2022
Vila Nova 0x0 Novorizontino
Vila Nova 1x1 Tombense
Fonte: Futebol de Goyaz