Na última década a sociedade brasileira tem, cada vez mais, buscado por alimentos naturais, onde os produtos orgânicos vêm ganhando notório espaço em meio aos processados. A tendência não é apenas nacional, mas global, onde franquias do segmento alimentício já consagradas estão perdendo espaço em todo o globo terrestre.

Nas cidades brasileiras a confecção da horta caseira realizada dentro do próprio terreno cresce a cada ano. O cidadão está buscando sustentabilidade atrelada a independência parcial alimentícia gerando, de quebra, um momento de relaxamento e descontração.

A vida corrida imposta para a maioria dos cidadãos brasileiros faz com que as pessoas busquem por escapes, meios de se desligar de situações estressantes vividas no dia-a-dia. Meios encontrados nos esportes, bares, cinemas ou até mesmo em um contato íntimo com a natureza, a horta.

O manejo de uma horta é realizado diariamente, iniciando antes mesmo do plantio da semente até a colheita do produto final, originando um novo ciclo. Todas as etapas deste processo trazem um sentimento de tranquilidade e relaxamento, afastando pensamentos e sentimentos indesejados adquiridos durante o dia.

Para que as plantas cresçam e se desenvolvam é necessário a adição da água no sistema, principalmente em épocas do ano que não chove. Já em períodos chuvosos que, normalmente, se estendem de outubro a março, pode-se utilizar essa água fornecida naturalmente para molhar a horta, garantindo uma redução no gasto mensal da água da rua.

A coleta e armazenamento da chuva pode ser realizada com sistemas simples de direcionamento da água através de calhas e tubulações até pontos de armazenamento como caixas d’água ou mesmo reservatórios feitos de alvenaria. O sistema pode ser um pouco mais complexo, contando ainda com bombas d’água, boias elétricas, micro aspersores, dentre outros.

O sistema de coleta garante diversos benefícios, destacando-se o financeiro onde há o retorno do investimento feito a curto prazo, auxilia na conservação do meio ambiente já que utiliza uma água fornecida de forma natural, mitiga problemas de alagamentos em diversos pontos das cidades que ocorrem devido a um verdadeiro mar de concreto que reduz a infiltração efetiva da água no solo, além de trazer a satisfação de produzir o próprio alimento sendo este saudável e fresco.

Autor:
Prof. Ms. Renan Krupok Matias
Mestre em produção vegetal, professor titular da UniAraguaia no curso de Engenharia Agronômica