Já pensou em ver o seu trabalho com fotografia sendo reconhecido e ainda poder levar um bom prêmio para casa? Estão abertas as inscrições para a 2ª edição do Goyazes - Festival de Fotografia 2022. Os interessados podem se inscrever através do site, onde também está disponível o edital,  até o dia 20 de junho. A premiação será realizada durante o evento, de 13 a 22 de agosto, em Goiânia.

O Goyazes tem como propósito compartilhar ideias e facilitar a interação dos fotógrafos com o grande público pela divulgação de seus trabalhos para artistas, curadores e críticos do País, de acordo com o coordenador do projeto, Wagner Araújo. O concurso selecionará 15 profissionais residentes em Goiás.Todos os selecionados terão sua série exposta em uma seção exclusiva do festival, sendo que 5 deles receberão o prêmio no valor de R$ 3 mil, cada. Os outros 10 nomeados terão a leitura de seus portfólios durante o evento. A lista com os nomes será divulgada no dia 22 de julho.

Público 
Para se inscrever, é preciso ter mais de 18 anos, ser brasileiro nato ou naturalizado, ou estrangeiro com situação de permanência devidamente legalizada e comprovada em Goiás, há pelo menos um ano. Além de trabalhos individuais, também é possível cadastrar trabalhos coletivos, mas vale ressaltar que neste caso, apenas uma pessoa deverá responder pelo grupo.

Durante o festival o público contará ainda com exposições, palestras, mesas, oficinas e cursos com grandes nomes nacionais e internacionais da fotografia. As atividades presenciais do festival serão realizadas na sede da WA Imagem Fotografia e Produção Cultural, localizada na Rua 89, no Setor Sul, idealizadora e organizadora do projeto e em outras locações da cidade.

“Temos em Goiás um grande número de profissionais e estudantes ligados à produção fotográfica: fotógrafos, professores, coordenadores de artes visuais, jornalistas, publicitários, universitários, repórteres sociais, acadêmicos e amadores e, em contrapartida, agora temos um incentivo específico, uma forma de levar mais cultura e atualização fotográfica aos interessados nesta arte, que poderão se beneficiar com visitas às exposições, participando nas palestras, oficinas, convocatória”, diz o coordenador do projeto, Wagner Araújo.

Wagner explica que, dentro da proposito inicial da Lei Aldir Blanc Federal em alinhamento com a Secretaria Estadual de Cultura de Goiás (Secult), também apoia as trabalhadoras e trabalhadores da arte e da cultura atuantes e residentes em Goiás, afetados pelas consequências do estado de calamidade pública por conta da pandemia. “Nesse sentido, concentramos a grande maioria de nossas ações utilizando profissionais, convidados e premiados do Estado de Goiás”, destacou o organizador. 

Além de contar com a participação de convidados locais, as atividades serão comandadas por especialistas nacionais e internacionais reconhecidos no cenário da fotografia brasileira.  O Festival também traz palestras sobre temas atuais e de grande relevância como “Estética e Política na Imagem Fotográfica”,  com a renomada Simonetta Persichetti,  que é líder do grupo de pesquisa Comunicação Cultura e Visualidades, na Faculdade Cásper Líbero/SP), e "Como a Fotografia pode construir pontes entre a sociedade e os territórios criativos?”, com a curadora de arte contemporânea em Portugal e no Brasil, Ângela Berlinde, e outros.

Os participantes poderão ainda participarão de mesa internacional sobre “A fotografia artística contemporânea, sua produção e sua difusão no mercado de arte no século XXI” e mesa nacional sobre a “A pesquisa fotográfica e seus desdobramentos”, com mediação de Samuel José Gilbert de Jesus, coordenador do curso de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás FAV-UFG. (Laura Oliveira é estagiária do GJC, em convênio com a PUC Goiás)

SERVIÇO
Goyazes Festival de Fotografia 
Inscrições para o prêmio: até 20 de junho
Evento:  13 a 22 de agosto
Local de inscrição e edital: https://goyazes.art.br/premio/ 
Inscrições Gratuita