“Quem ouvir o Hô-ba-la-lá terá feliz o coração”, o que diz a música de João Gilberto que dá nome ao Festival Obalalá, com a primeira edição marcada para o dia 6 de maio em Goiânia. A promessa é de uma noite dançante recheada de novas experiências sonoras. O evento vai transformar o Palácio da Música, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em uma pista de dança com um line-up que traz a Goiânia a cantora mineira Marina Sena, dona do hit pop Por Supuesto, além de diversos DJs.

A performance romântica e tropical de Marina Sena se ligará aos ritmos regionais nos sets do DJs participantes do festival. O público poderá se jogar na pista ao som de DJs como Gabi Matos (GO), Odara Kadiegi (DF), Tata Ogan (RJ) e Bruno Caveira (GO), um dos produtores do evento.

Com nome em homenagem a João Gilberto, a Obalalá surgiu como um projeto sonoro de pesquisas em vinil, iniciado por Caveira em 2017 ao lado do Dj goiano Sabará. “Inicialmente era somente uma discotecagem. Com o tempo se tornou um festival que mistura bandas e Djs em formato para contemplar o show com pegada de balada”, conta Caveira. O produtor destaca que o evento traz para a capital goiana artistas que estão fora do mainstream, o que permite novas descobertas do público.

Percussionista, Dj e produtora musical há mais de 20 anos, Tata Ogan mescla influências ancestrais e futuristas, enquanto Odara Kadiegi chega com um setlist quente e colorido, tocando Brasilidades e MPB. “Meu set sempre é uma surpresa, eu procuro sonoridades percussivas e sintetizadas, vou sentir o clima e fazer o povo dançar até o chão. Estou animada para voltar a Goiânia”, revela Tata Ogan.

A cultura nortista também estará representada no festival com o set da Dj Gabi Matos. Ela promete agitar ao sim de ritmos como tecno brega, cumbia , forró, samba e reggae. Gabi é natural do Pará e reside em Goiânia desde 2017. Em suas experimentações musicais ela busca valorizar artistas mulheres da cena independente, trazendo novidades sonoras do Norte e Nordeste.

“O que faz a pista ferver é juntar pessoas com várias vivências. Adoro a mistura de gêneros, classes sociais e tribos. A Obalalá vai ser o festival do respeito e da ferveção”, conta Bruno Caveira, que completa o line up do evento trazendo um set list com música brasileira, Dub, Afrobeat e Trip hop.

O produtor afirma que os decretos sanitários vigentes no dia do evento serão seguidos. Será obrigatório apresentar o comprovante de vacinação contra Covid-19, com duas doses, tanto para o público quanto para os artistas e organizadores.

Os ingressos para o evento podem ser adquiridos antecipadamente pelo Sympla. Quem ficou interessado em conhecer mais sobre os músicos pode conferir a playlist da Obalalá no Spotify.

SERVIÇO

Festival Obalalá

Data:

6 de maio

Local:

Centro Cultural Oscar Niemeyer, Goiânia

Ingresso:

R$70 (lote antecipado)

Redes Sociais:

@festivalobalala