“Queremos trazer de volta o jazz para as ruas da cidade, lugar de onde ele nunca deveria ter saído”, adianta o músico e DJ Dudão Melo, idealizador do projeto Jazz Weekend, que ocupa espaços de Goiânia neste final de semana. Com o objetivo de incentivar a cena da música instrumental regional e de outros Estados, diversas ações serão organizadas com shows na capital goiana e pelo interior. O projeto tem apoio da Rádio Executiva e do programa Jazzmasters.

Coletivo formado por instrumentos de sopro, bateria e baixo, a Capivara Brass Band, de Brasília (DF), estreia o Jazz Weekend neste sábado (25), no Zimbro Cocktails, localizado no Setor Marista. Com foco no funk music, soul, música afro-brasileira e jazz, o grupo toca desde 2017 por diferentes festivais brasileiros, a exemplo do Picnik, Cerrado Jazz Festival, Festival Coma, Festival Internacional Honk e no Drive-in Centro Cultural Banco do Brasil Palco Novo.

Além da Capivara Brass, ainda se apresentam no Zimbro Sessions o Coletivo Superjazz, do DJ Dudão Melo, e discotecagem do coletivo Keep it Classic DJs, que toca clássicos do jazz e da música afro-americana e brasileira apenas em discos de vinil. O projeto tem curadoria do próprio organizador do projeto. “A ideia é reunir o melhor da música brasileira e do jazz, além de explorar de forma livre os limites do jazz e dos ritmos brasileiros e da música eletrônica”, explica o coordenador.

Leia também:
- Coldplay Live Experience traz tributo à banda britânica a Goiânia

- Grammy 2022: pianista brasileira Eliane Elias leva prêmio de melhor álbum de jazz latino

Já no domingo (26), o Jazz Weekend toma conta do Centro de Goiânia com a festa Bomb the Brass, que leva o jazz e a música instrumental para as ruas da cidade. Na primeira edição do evento, as apresentações acontecem a partir das 17 horas na Rua 8, entre os bares Casa Liberté e Zé Latinhas e o Cine Ritz. Os shows serão gratuitos.

“O Jazz Weekend é uma utopia do jazz ocupando uma cidade no final de semana. Resolvi lançar o projeto agora por conta do Goyaz Festival, que acontece no Teatro Goiânia”, explica Dudão. O projeto é itinerante e pretende percorrer diversas cidades goianas, com palestras, ações formativas e workshops, além de apresentações musicais. “É uma tentativa de fazer um contraponto a este governo distópico que a gente vive. Criar uma utopia do jazz. O Jazz Weekend é um pouco desse sonho, da cidade ser tomada pelo jazz em diversos palcos e na rua”, explica.

Com foco no improviso e na celebração do jazz, o Coletivo Superjazz brinca com os limites entre o acústico e o digital, a dance music eletrônica e a música afro, seja nas discotecagens ou jam sessions com artistas convidados. O coletivo é idealizado desde 2004 pelo próprio Dudão Melo, músico que já passou por festivais e clubes de São Paulo e outras cidades do Brasil. Recentemente, o Superjazz se apresentou na cidade de Goiás, durante o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental.

SERVIÇO
Jazz Weekend

Sábado (25), a partir das 20h
Local: Zimbro Cocktails, Alameda Ricardo Paranhos, Setor Marista
Ingresso: R$ 40
Domingo (26), a partir das 17h
Local: Rua 8, entre os bares Zé Latinhas e Casa Liberté, Centro
Gratuito
Informações: @coletivosuperjazz