Um vilaboense ilustre, chamado de "Euclides da Cunha goiano", Francisco Ferreira Azevedo, o professor Ferreira, será prestigiado pelo projeto Quinzena Autoral, do Programa Cidade de Goiás 20 Anos, que celebra as duas décadas do título de patrimônio mundial concedido à antiga capital. Vida e obra do autor, que ficou conhecido por escrever o Dicionário Analógico da Língua Portuguesa - Ideias Afins, serão relembradas com exposição, exibição de vídeo e roda de conversa. A programação começa neste sábado (20/11), com uma visita à antiga casa do autor, às 10 horas. As demais atrações ficarão abertas até o dia 31 de março de 2022, no Instituto Biapó, sob agendamento.

As rodas de conversa terão participação de Goiandira Ortiz, Heitor Rosa, Luciano César de Oliveira Azevedo, entre outros envolvidos no projeto. Heitor Rosa é o autor do ensaio biográfico do professor Ferreira, sendo também o reporsável por atribuir ao escritor o título de “Euclides da Cunha goiano”. Isso porque o escritor é transita entre os universos da literatura e da ciência. Na nova edição do dicionário, ele encantou o historiador Sérgio Buarque de Holanda e sua obra possui o prefácio do cantor e compositor Chico Buarque. 

A exibição de vídeos contará com a participação da jornalista do POPULAR Karla Jaime, do escritor Ubirajara Galli e de Jales Guedes. Eles vão abordar a trajetória de Professor Ferreira. O projeto tem curadoria de Ana Cristina Ferreira Cavalcanti e de Graças Fleury. 

 
SERVIÇO 
Data: Dia 20 de novembro, às 10h
Exposição Lúdica e exibição de vídeos: até 31 de março de 2022
Agendamento: (62) 99974-0091.
Local: Instituto Biapó - Rua Dom Cândido Penso, 25, Goiás