Do cancelamento por ter casos extraconjugais revelados pela sua mulher Maíra Cardi a grande favorito ao prêmio. Faltam poucas horas para o anúncio da redenção completa do carioca Arthur Aguiar, de 32 anos. Ele deve ser consagrado como vencedor do Big Brother Brasil 22 na noite desta terça-feira (26) logo após a apresentação dos 24 participantes da nova temporada do reality No Limite. O ex-Malhação disputa a preferência do público com o atleta olímpico Paulo André, o P.A, e com o ator Douglas Silva, o D.G. O vencedor vai levar R$ 1,5 milhão.

O BBB 22, que estreou Tadeu Schmidt no comando da nave, chega ao fim depois de 100 dias fazendo história com a primeira decisão disputada sem nenhuma mulher no pódio. Além disso, independentemente do resultado, um homem volta a ser campeão, o que não acontecia há sete temporadas. O último vencedor foi o paranaense Cézar Lima, que recebeu 65% dos votos do público para faturar o prêmio. Outro feito é que desde o formato com a presença de famosos a partir do BBB 20, um candidato do Camarote vai levar o prêmio para casa.

Arthur Aguiar, que sobreviveu a sete paredões, lidera com folga todas as enquetes para vencer o BBB 22 e uma derrota parece quase impossível. Apesar disso, ele não deve superar a marca de 90,15% dos votos da estrela paraibana Juliette Freire, vencedora da edição anterior. Isso porque, apesar do favoritismo, o ator tem uma rejeição alta do público e uma torcida contra de quase todos os participantes que deixaram o jogo. Na história do programa, o campeão com o maior índice de aceitação é Diego Alemão, com 91%, no BBB 7.

Com uma trajetória marcada por uma narrativa de vítima justificada pelo seu poder de argumentação nos programas ao vivo e no jogo da discórdia, Arthur conquistou seguidores por declarar que estava no BBB para “jogar, e não passar férias”. O estilo estrategista em uma edição sem grandes jogadores fez com que a audiência concordasse com a sua vontade de movimentar a casa. A sorte também andou junto dele. Na primeira semana, ao lado de D.G, ele ganhou uma prova de imunidade e escapou de uma eliminação certa.

Arthur entrou na edição 22 cancelado por conta do seu histórico de infidelidade com 16 traições reveladas por sua mulher. Sua estratégia não poderia ser outra: vencer provas e ganhar semanas para reverter essa imagem. Os colegas de confinamento sabiam desse ponto fraco e acreditavam que poderia ser algo forte o suficiente para sua eliminação. Segundo o estudo Tracking, do Instituto IMO Insights, no início do BBB, ele foi um dos participantes menos querido pelo público, com 20% das pessoas opinando que ele nem deveria ter entrado na casa.

Gosta de BBB? Acompanhe todas as novidades sobre a casa mais vigiada do Brasil por aqui

Virada
O que o ajudou na virada de jogo para o ator foi a rivalidade com Jade Picon, que o colocou três vezes na berlinda, duas seguidas como líder e outra após atender o Big Fone. A partir daí, Arthur construiu uma narrativa de isolamento e de injustiçado. O Paredão contra a influenciadora, que saiu com 85,98% dos votos, veio apenas para reforçar que ele, que recebeu 1,77%, não sairia do primeiro lugar numa disputa que teve 698 milhões de votos, o segundo maior da história, perdendo para o de Felipe Prior, Manu e Mari, com 1,53 bilhão no BBB 20.

A sobrevivência de Arthur no jogo fez crescer uma torcida engajada que passou a eliminar jogadores - mesmo ele não estando na votação - que poderiam ameaçar sua vitória, caso de Linn da Quebrada e Pedro Scooby. Nas redes sociais, quando uma hashtag é subida contra o ator entre os assuntos mais comentados do dia, essa torcida calorosa entra em ação levantando outra favorável. Até mesmo coisas simples do dia a dia, como comer pão, o que ele indicou ser privado na sua vida fora do BBB, ajudou a aumentar sua empatia.

Assim como Juliette com os seus cactos, ele foi o único que ganhou um fã-clube batizado de “os pãezinhos”, que são os seus verdadeiros pontos de luz que ele tanto agradece em cada vitória nessa edição. Boa parte desses fãs faz parte de uma geração que cresceu junto com Arthur assistindo-o nas novelas teens Malhação e Rebelde. Além disso, nenhum outro participante tem uma pessoa tão dedicada ao jogo como a sua mulher, Maíra Cardi, que inclusive vai abrir uma empresa dedicada a formar campeões em reality shows.

Carreira na música
Arthur Aguiar aproveitou a fama no BBB 22 para retomar a sua carreira na música iniciada em 2016, quando ele lançou o álbum O Que Te Faz Bem e continuada com a gravação do EP Eu Já Sabia (2019). Antes de entrar no confinamento, ele deixou gravado o single Casa Revirada, canção de sua autoria em parceria com Cantini e Thiagão, lançada em fevereiro nas plataformas digitais. A faixa conta com participação da dupla sertaneja goiana Matheus e Kauan e tem mais de 5 milhões de visualizações no seu canal no YouTube.

A música veio primeiro que a carreira de ator. Arthur começou a tocar violão e a compor na adolescência e depois fez aula de canto para superar a timidez. “Eu tinha muita vergonha de cantar e aos poucos fui tomando coragem para colocar a voz para fora”, lembra o BBB, em entrevista ao POPULAR em 2019. Aos 18 anos, ele estudou teatro e em seguida entrou para o elenco de Rebelde, da Record, versão brasileira da novela mexicana exibida entre 2011 e 2012. Com banda formada no elenco, ele lançou discos e fez turnê pelo Brasil.

Não custa sonhar
 Enquanto o apresentador Tadeu Schmidt não falar o nome de Arthur Aguiar como o vencedor do BBB 22, ainda existem motivos para sonhar como uma reviravolta numa final que terá shows de Léo Santana, Xamã, Matheus e Kauan, Jão, Paulo Ricardo, Naiara Azevedo, Linn da Quebrada e Maria. Paulo André é quem mais aparece com chances de surpreender o ex-Malhação. Apesar da distância do primeiro lugar nas enquetes, é provável que a torcida contra Arthur vote em peso no ex de Jade Picon. O atleta olímpico tem uma trajetória bastante sólida na edição, chegou à final em todas as provas de resistência e é muito querido por todos os ex-colegas de confinamento. Gustavo, por exemplo, puxou as hashtags #OBrasilEMaiorQueaPadaria e #TeamPA. Já Douglas Silva espera um milagre.