A questão é ancestral, esbarra em antigas indagações filosóficas que em diferentes culturas ganham contornos criativos para aplacar incertezas assustadoras”

Sei que somos um, mas nos estranhamos muitas vezes. Pode ser por excesso de felicidade,…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários