Se tem uma coisa boa em envelhecer é poder dizer, mesmo com a memória fraca e a boca murcha e repleta de próteses dentárias, mas cheia de alegria e orgulho, que se tem velhos amigos. Coisa gostosa é ter velhos amigos, aqueles de que a gente ainda se lembra, claro.

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários