Os familiares e as amigas sempre foram os clientes fiéis. Maria Ireny dos Santos e Castro, de 73 anos, senta em frente a sua máquina de costura e faz cada peça com carinho e capricho. “Nunca comprei roupa para as minhas três filhas, sempre fiz tudo. Elas estavam sempre embonecadas”, garante. Agora, os oito netos é que ganham camisas, vestidos e outras peças feitas ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários