As cavalhadas de mouros e cristãos, em que mascarados montados a cavalo percorrem as ruas da cidade e “lutam” em uma arena. Uma das festividades mais valorosas do Brasil Central, a Festa do Divino de Pirenópolis ganha, a partir desta segunda-feira (13), um plano de salvaguarda desenvolvido pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários