A atriz Guta Stresser, conhecida por interpretar a Bebel em A Grande Família, postou uma série de vídeos em seu Instagram, na noite dessa segunda-feira (20), agradecendo as mensagens de carinho de amigos e fãs, depois que recebeu o diagnóstico de esclerose múltipla.

"Eu tô [sic] recebendo uma enxurrada de carinho. Já chorei tantas vezes hoje, não achei apropriado gravar em prantos. Agora que estou conseguindo me controlar, estou fazendo esses stories para agradecer. Eu queria agradecer a cada um de vocês. Aos amigos, eu vejo que essa grande família que eu escolhi foi muito bem escolhida", disse a atriz, que tem 49 anos.

Guta também falou sobre o medo que sentiu ao receber o diagnóstico, há cerca de um ano. “Um diagnóstico como esclerose múltipla, que é uma doença autoimune, que a princípio não tem cura, é muito assustador. Desde o diagnóstico, há um ano, fui muito acolhida. Minha grande amiga [a atriz] Ana Beatriz Nogueira, diagnosticada já há uns 10 anos com EM [esclerose múltipla]. Hoje recebi mais mensagens de pessoas que têm EM, que se tratam de diversas formas”, disse.

"Esses stories são pra agradecer esse imenso carinho, essa enxurrada de carinho que recebi hoje, que me deixa muito emocionada e muito grata por cada um de vocês existirem na minha vida. Seja à distância, seja por aqui nas redes socais, seja no meu convívio diário, muito obrigada a cada um de vocês", finalizou.

Esclerose Múltipla

A esclerose múltipla (EM) é uma doença que afeta o cérebro e a medula espinhal, sendo uma das mais comuns do sistema nervoso central. Estima-se que cerca de 2,8 milhões de pessoas em todo o mundo tenham esse distúrbio. Já no Brasil, cerca de 40 mil pessoas vivem com a doença.

Trata-se de um transtorno neurológico, crônico e autoimune, ou seja, as células de defesa do organismo atacam o próprio sistema nervoso central, provocando danos à mielina – bainha formada por material gorduroso que isola os nervos, afetando a maneira como os impulsos elétricos são enviados de e para o cérebro. Sua ocorrência é de duas a três vezes maior em mulheres do que em homens.

Leia também:

Atriz Ana Beatriz Nogueira tem câncer pulmonar em estágio inicial

Número de medicamentos e produtos feitos à base de cânabis cresce no Brasil

Tremor nas pálpebras acende sinal amarelo para a saúde

Claudia Rodrigues deixa hospital e fala da luta contra sequelas da esclerose

Famosos que têm EM

Ana Beatriz Nogueira, amiga de Guta, recebeu o diagnóstico da esclerose em 2009: “É uma doença cognitiva, mas sou obediente no tratamento. Depois de surtos cognitivos iniciais, nesses 12 anos não tive nada. Fiquei mais rápida. Me trouxe uma urgência de não perder tempo com bobagem”, declarou a atriz.

Um dos casos mais conhecidos de famosos com a doença é o da atriz Cláudia Rodrigues, que, no auge de sua carreira precisou se afastar da televisão para priorizar o tratamento. A atriz norte-americana Christina Applegate também anunciou que foi diagnosticada com esclerose múltipla. “Tem sido uma jornada estranha. Mas tenho recebido tanto apoio de pessoas que conheço que também têm essa condição”, revelou.

Jack Osbourne, filho do músico Ozzy Osbourne, foi diagnosticado com esclerose após perder a visão de um olho de repente. Ele fez uma ressonância magnética, que constatou lesões no cérebro e na coluna. A atriz Selma Blair, também diagnosticada com a doença, decidiu detalhar sua jornada contra a doença no documentário "Introducing, Selma Blair".