A cada estreia de um filme de Woody Allen, não são poucos os críticos que lembram a falta de criatividade do diretor nos últimos anos ou da necessidade de separar criador e obra para julgar um filme pelo que ele é, não pelas acusações de abuso e pedofilia que têm prejudicado a carreira do cineasta há alguns anos. Há também a ideia de que ele faz “sempre o mesmo ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários