O palco da Pecuária de Goiânia sempre foi o sonho de qualquer artista sertanejo. Muitos cantores do segmento falavam que se sentiam de fato consagrados somente depois da convocação para se apresentar na arena principal. Após dois anos de paralisação por conta da pandemia, a festa está de volta ao calendário da capital, mas dessa vez sem os grandes shows que arrastam multidões. A programação da 75ª edição foi pensada especialmente para o produtor rural e para a família. As boates também não vão funcionar no local. A abertura oficial será na segunda-feira (8), mas o parque já está aberto ao público a partir desta sexta-feira (5), às 8 horas, até o dia 14 de agosto.

“O principal motivo para a ausência dos grandes artistas é que analisamos o momento que a população está vivendo e não poderia jamais contratar apresentações com cachês altíssimos. Fizemos um estudo e chegamos à conclusão que se a nossa programação fosse com shows milionários teríamos de cobrar um ingresso de R$ 400 por noite, porque dependemos da bilheteria. Se fizermos isso, deixamos de ser uma festa popular”, avalia o presidente da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), Eurico Velasco. A expectativa é receber 30 mil pessoas até o fim do evento, número que em edições anteriores era alcançado em apenas uma noite.

Diferentemente de edições anteriores, a Pecuária não contará com cantores na arena principal. Entretanto, haverá apresentações internas de shows no Tatersal de Elite. A atração principal desta sexta-feira será PH e Michel, a partir das 22 horas. Os cantores são conhecidos do público goiano depois da formação da boyband Troia. Após o fim do grupo, os cantores decidiram iniciar a parceria com o lançamento do primeiro disco. Eles são donos de sucessos como Amizade de Ex, Jogo Tudo pro Alto, Fiança e Disk Recaída. Também estão escalados na primeira noite Difelippo e Baile do Babilônia.

Grandes nomes do sertanejo como Henrique e Juliano e Zé Neto e Cristiano foram sondados para participar da festa em 2022, mas o custo do cachê assustou os organizadores. “Conversamos com vários cantores famosos e fizemos o orçamento e foi quando descobrimos que não dava. Para montar uma estrutura de palco que atenda os grandes eventos seria necessário mais de R$ 1 milhão. Totalmente fora do nosso orçamento”, comenta Velasco. Quem também chegou a ser procurado para essa edição foi a produção de Gusttavo Lima para levar o Buteco do Gusttavo Lima, mas o valor de R$ 3 milhões inviabilizou - informação não comentada pela SGPA.

Na última edição presencial da festa, em 2019, a grande estrela foi Marília Mendonça (1995-2021), que levou para a arena ao lado das amigas Maiara e Maraisa A Festa das Patroas. Foi a primeira e única apresentação do projeto em Goiânia. Na época, a rainha da sofrência lançou oficialmente na Pecuária o hit Todo Mundo Vai Sofrer - dando início à bem-sucedida turnê do álbum Por Todos os Cantos. “Tenho um carinho muito grande por esse lugar. Eu sempre me emociono bastante quando me apresento na minha casa”, disse a cantora na época ao POPULAR. Era a terceira apresentação seguida da cantora no palco.

Em 2020, antes da paralisação dos eventos por conta da Covid-19, a Pecuária seguia apostando nas grandes estrelas do sertanejo. Jorge e Mateus, Henrique e Juliano, Marília Mendonça, Maiara e Maraisa e Wesley Safadão foram anunciados na programação que nos últimos anos foi produzida pelo escritório WorkShow. “As festas anteriores aconteceram porque o Brasil era outro, hoje estamos vivendo uma dificuldade econômica. Não é o momento de enfrentarmos essa competição de mercado com os grandes festivais. Estamos mostrando hoje para a população que a verdadeira estrela da festa é o produtor rural”, reforça Eurico Velasco.

Programação

Tradicionalmente realizada em maio, neste ano a Pecuária de Goiânia foi transferida para agosto por conta das restrições sanitárias, mas o presidente da SGPA acredita que no próximo ano volta para o calendário original. “Este ano foi tudo muito estranho. O carnaval foi realizado depois da Semana Santa e a Copa do Mundo será em novembro. A expectativa é o retorno ao primeiro semestre”, comenta. Já o retorno dos grandes shows ainda não é uma certeza e vai depender da próxima gestão da SGPA - o mandato de Eurico Velasco se encerra em outubro. Desde que assumiu o cargo, o presidente desejava realizar uma edição voltada ao produtor rural.

A programação 2022 contará com a exposição de mais de 500 animais de diversas raças bovinas e equinas, prova dos três tambores de cavalos, julgamento de nelore para ranking nacional, oficinas de carne, queijo e leite, restaurantes com churrasco de boi no rolete. Apresentações de catira e moda de viola também estão confirmadas em alguns ambientes. Mais atrações serão um espaço decorado com riquezas do Cerrado e a presença dos mini-animais. Outro destaque da edição será o Projeto Escola que deve receber cerca de 5 mil estudantes.

Para a criançada, devido ao grande sucesso alcançado na temporada de férias, parte da estrutura do Happy Land segue em cartaz. Os sábados e domingos serão animados pelos espetáculos A Bela e a Fera, às 17 horas, e Encanto, às 18h30. Além das apresentações, vários brinquedos infantis, oficinas e minifazendinha estão disponíveis. Os ingressos podem ser adquiridos on-line pelo BaladApp e fisicamente na bilheteria do evento. O espaço funcionará de segunda a sexta-feira, das 16 às 22 horas, e aos sábados e domingos, das 10 às 22 horas.

Palco de estrelas
A Pecuária de Goiânia é um dos palcos mais lembrados pelos artistas sertanejos. Isso porque sempre foi tratado como uma glória conseguir tocar no lugar. Luan Santana, por exemplo, que estreou o seu festival em Goiânia no final de julho, fez questão de lembrar na coletiva de imprensa que já tocou no espaço. “Quando cantei pela primeira vez em Goiânia, foi dentro de uma boate da festa, ninguém conhecia minhas músicas e eu estava com aquele primeiro disco com Meteoro, Tô de Cara e Você não Sabe o que É Amor, que se tornaram hits depois. Lembro que alguém falou comigo que eu precisava mudar o meu repertório porque o povo não conhecia as minhas músicas e era preciso colocar algumas canções de sucesso no meio. Voltei depois e foi uma explosão, com ingressos esgotados na arena”, disse.

O que comprova que ser uma das atrações da Pecuária nunca foi uma tarefa simples. Para se apresentar no espaço, era preciso estar nas paradas de sucesso no Brasil, sendo assim capaz de arrastar uma multidão. Gusttavo Lima tocou pela primeira vez no espaço em 2011, um ano após o lançamento do seu disco de estreia, Inventor dos Amores. Marília Mendonça fez sua estreia no palco após dois anos de uma carreira cheia de hits. Maiara e Maraisa pisaram como atrações principais depois de quase cinco anos estouradas com o sucesso de 10%. “Foi mais um sonho realizado na nossa carreira”, disse Maiara, em entrevista ao POPULAR em 2019.

Leia também:

- Goiânia recebe 8½ Festa do Cinema Italiano; veja a programação

- Projeto pretende dar nome de Marília Mendonça ao Mercado Popular da 74

- Museu da Imagem e do Som (MIS) abre duas exposições nesta sexta-feira (5)