A China disparou 16 mísseis balísticos em direção a Taiwan nesta quinta (4), iniciando os exercícios militares em retaliação pela visita da presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, à ilha que Pequim clama para si. As armas eram mísseis de curto alcance DF-15, a julgar por vídeos distribuídos pela imprensa chinesa, disparados de locais não revelados. Um mapa d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários