Coligações

Acompanho a movimentação política para as próximas eleições, vejo as coligações para o próximo pleito e concluo que não existe a fidelidade partidária. Vejo o principal partido de esquerda indicar para vice-presidente o maior crítico do ex-presidente, e hoje este vice, que foi um feroz crítico do agora presidenciável, tecer elogios ao seu antigo desafeto. O ex-presidente condenado por desvios e roubo, hoje é um santo.

Aqui em nosso estado não é diferente, um ex-governador de direita agora está se coligando ao partido de esquerda. Vai comer no prato em que cuspiu.

Não importa se esquerda ou direita, ideologia partidária é coisa sem importância. Importante é ganhar a eleição.

Valentin Moreira Da Silva Junior | Setor Pedro Ludovico – Goiânia

 

PGR e apurações da CPI da Covid

A notícia de que a vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo, solicitou ao STF (Supremo Tribunal Federal) o arquivamento de sete apurações preliminares abertas após a conclusão dos trabalhos da CPI da Covid-19, conforme publicado no POPULAR, coloca em xeque o trabalho histórico exemplar exercido pela PGR em nosso País. Inúmeras provas cabais apuradas pela CPI da Covid contra o presidente da República Jair Bolsonaro e por diversas pessoas de sua equipe, que apontam crimes como “charlatanismo, prevaricação, emprego irregular de verbas ou rendas públicas, epidemia com resultado de morte e infração de medida sanitária preventiva”, foram simplesmente ignoradas pela representante da PGR que, em contrapartida, alega “imputações políticas nas afirmações da CPI de que o Presidente agravou a epidemia ao demorar em comprar vacinas, defender tratamentos sem eficácia e refutar o uso de máscaras e o distanciamento social”.

Ora, e se realmente houvesse estas chamadas “imputações políticas”? Os órgãos de Justiça devem estar preparados para separar estas possibilidades e levar os casos concretos adiante caso assim seja pertinente.

Isso nos coloca uma grande interrogação na cabeça: estaria esta servidora pública desvirtuando-se das funções que lhe são designadas por esta ilibada e importante instituição do Ministério Público Federal? Devemos tentar entender pois tal questão pode resultar em decisões que fujam de decisões corretas e justas.

Estejamos alertas!

Roberto Célio P. Silva | Setor Pedro Ludovico - Goiânia