Futuro nas mãos do eleitor

Finalmente nos despedimos de 2021. Ano que deixa uma marca triste de quase 620 mil mortes em função da pandemia da Covid-19. Porém, devemos olhar para frente e saudar o novo ano de 2022. A esperança é que seja melhor do que o ano passado. Será?…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários