Férias e ganhos de magistrados

Em 2009, em artigo, o à época desembargador do Tribunal de Justiça da Bahia, Antônio Pessoa Cardoso, contabilizou as férias, folgas e recessos do Judiciário brasileiro, além de incluir e ratear a licença-prêmio de 90 dias a cada cinco anos, e…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários