Reportagem na edição de ontem trouxe mais um elemento concreto da eficácia da vacinação que muitos contestam, por ignorância ou má-fé política. Goiânia registrou a menor média móvel de mortes por Covid-19 desde maio de 2020, um dos picos da primeira onda. Até dia 9, foi em média 1,57 morte por dia, o que significa também uma redução de 44% em relação aos últimos 14 dias na cidade.

É um dado a se celebrar, certamente. São menos famílias enlutadas por uma doença para a qual existe vacina. Contudo, os cuidados coletivos se fazem necessários. No programa Chega Pra Cá, da jornalista Cileide Alves, veiculado na webTV do Popular e repercutido nessa edição, veio a medida dessa cautela. O entrevistado era Wanderson Oliveira, ex-secretário de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde, na gestão de Luiz Henrique Mandetta. O técnico disse que é preciso esperar mais um mês para vermos o andamento da pandemia, calculando o risco de vivermos o que se passa na Europa, com novos picos e restrições sanitárias.

Porém, segundo Wanderson, quadro defenestrado justamente por se contrapor ao obscurantismo reinante no Planalto, já é possível concluir o acerto e a necessidade de se investir na ciência e não se fiar cegamente no Whatsapp.