A expressão de origem portuguesa que aparece em livros do século XVII é chancelada pela neurociência, que já demonstrou que a primeira infância é uma etapa fundamental para o desenvolvimento cognitivo, socioemocional e físico das pessoas. É nos primeiros mil dias de vida que se estabelecem as bases para o…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários