As imagens do passado têm a poesia da pátina que o tempo depositou nelas. Ver o Rio dos anos 1960 em “O Canto Livre de Nara Leão”, no Globoplay, enche os olhos e a alma. São praias semidesertas, mar luzidio, céu diáfano. Verdejantes, até as favelas parecem habitáveis. O Brasil…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários