Em setembro, com a tendência de os vereadores aprovarem integralmente o Código Tributário, apesar das fartas evidências de que seria uma bomba-relógio para o contribuinte, perguntei a uma fonte na Câmara de Goiânia o que eles fariam no início de 2022 se os boletos do ITU e…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários