Análise dos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que mulheres têm quase cinco vezes menos chances de eleição em Goiás do que candidatos que se declaram do gênero masculino. O levantamento considera as eleições de 2014 e 2018, em que estavam em disputa os mesmos cargos do pleito deste ano.

Dos 129 mandatos disponíveis nas duas eleições,…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários