Enquanto o governador Ronaldo Caiado (UB) deixa na conta dos partidos da base a responsabilidade de definir se lançarão candidatos ao Senado em uma chapa sem nome único, os pré-candidatos à vaga ainda têm opiniões divididas sobre a possibilidade.  Na terça-feira (21), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que os partidos que compõem uma coligação podem ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários