Em meio ao recrudescimento da pobreza e da fome no país, governadores de ao menos 15 estados criaram programas de transferência de renda em 2021 e turbinaram oferta de ações sociais custeadas pelos cofres estaduais. Em geral, são programas de caráter temporário, voltados para mitigar os efeitos da pandemia. Mas também foram desenvolvidos projetos permanentes para i...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários