O desembargador Carlos Alberto França determinou em liminar deferida no último sábado (28) que o governo do Estado quite, de forma imediata e com juros e correção monetária, os salários de dezembro de um número não divulgado de servidores da Universidade Estadual de Goiás (UEG) que ingressaram com ação contra os atrasos nos pagamentos. Os trabalhadores em questã...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários