O imbróglio da possível filiação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao PL, com tensões expostas no último fim de semana, desencadeou embates em Goiás. O comando do partido no estado e o nome que será candidato pela sigla ao governo, com apoio do presidente, são pontos de discordância entre o diretório regional e o deputado bolsonarista Vitor Hugo (PSL), que estu...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários