Medidas propostas pelo governo federal, em ano eleitoral, já aprovadas ou em tramitação no Congresso Nacional devem somar quase R$ 3,5 bilhões de perdas para as cidades de Goiás a partir de 2023. A previsão é da Federação Goiana dos Municípios (FGM) e leva em consideração os novos pisos de professores e enfermeiros, a redução das alíquotas de impostos sobre combustív...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários