O Ministério Público de Goiás (MP-GO) repudiou, por meio de nota à imprensa, o que classificou de “abusos e excessos de qualquer agente público”. Segundo a nota, o MP-GO, por meio do Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial (GCEAP), “não medirá esforços para apurar eventuais casos de abusos, bem como responsabilizar, nos termos da lei, aqueles que tenha...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários