Alessandra Sampaio, mulher do jornalista britânico Dom Phillips, afirmou nesta segunda-feira (13) que dois corpos foram encontrados na região onde o marido e o indigenista brasileiro Bruno Pereira haviam desaparecido, de acordo com o canal GloboNews. As autoridades ainda não confirmaram a informação.

Dom e Bruno estão desaparecidos na região do Vale do Javari, no oeste do Amazonas, desde o dia 5 de junho.

Procurado pelo UOL, Marcus Farias Sampaio, cunhado de Dom Phillips, confirmou a informação sobre a localização de dois corpos durante as buscas. Contudo, negou que eles tenham sido identificados.

"[Minha irmã] foi sinalizada por um amigo agora pela manhã que dois corpos foram encontrados, mas entendemos que ainda precisam ter a identificação", relatou, em conversa pelo WhatsApp.

Segundo Alessandra, a PF lhe confirmou a localização de dois corpos, mas disse que eles ainda precisavam ser periciados para que a identificação pudesse ser feita. Ainda de acordo com Alessandra, a Embaixada Britânica, que já havia comunicado aos irmãos de Dom Phillips a localização dos corpos do jornalista e do indigenista, ratificou a informação da PF. As informação são do jornalista André Trigueiro, da GloboNews.

Sampaio disse que foi comunicada primeiro pela embaixada britânica. A Polícia Federal teria entrado em contato em seguida, dizendo que os corpos ainda precisam passar por perícia para serem identificados. No domingo, a PF informou que mergulhadores encontraram pertences de Dom e Bruno, incluindo uma mochila e um documento.

Leia também:
Fernando Gabeira estreia série de reportagens sobre Vale do Javari, na Amazônia

Desmatamento da Mata Atlântica em Goiás cresce 1.350%

Amarildo da Costa Oliveira, chamado de "Pelado", foi preso em flagrante na última terça (7), por posse de drogas e de munição de uso restrito. Ele é suspeito de envolvimento no sumiço. A defesa de Amarildo nega envolvimento dele com o desaparecimento.