"Ficamos imaginando o que pode ser feito, como podemos retribuir a ele o tanto que ele fez pelo estado de Goiás, o tanto que ele fez por Goiânia", foi o que disse à imprensa o governador Ronaldo Caiado (DEM) na porta da Catedral Metropolitana de Goiânia, onde é realizada a missa de sétimo dia da morte do ex-governador de Goiás.  A missa, marcada para começa...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários