O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), falou nesta quinta-feira (23) sobre a demora de um ano no processo de exoneração do servidor Helder Bartolomeu, preso em operação da Polícia Federal (PF) que apura desvios e tráfico de influência no Ministério da Educação (MEC). Conforme o mandatário, o ex-assessor foi exonerado por abandono de cargo em um processo que se...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários