Primeira mulher a disputar a presidência da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Goiás (OAB-GO), Valentina Jungmann diz que a instituição precisa ser mais “plural e democrática” e “mais próxima da sociedade”. Conselheira federal, ela é autora do projeto que determinou a obrigatoriedade de 50% de candidaturas femininas nas chapas do órgão, mas relata que também busca eq...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários