O Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás (TCM-GO) não consegue informar como as prefeituras aplicaram os recursos das transferências especiais federais, conhecidas como “pix orçamentário”, recebidas em 2020. O POPULAR solicitou à corte que discriminasse a destinação dada por 68 cidades aos aproximadamente R$ 29 milhões que receberam na modalidade há dois anos,...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários